Reflexões

E vamos celebrar um Feliz Natal!
  • André Saldiba
  • 24.dezembro.2021

Una-se ao imenso e lindo coral. Anuncie da forma mais bela. Envie a sua canção a família, aos amigos e as amigas. Deixe a sua nova música nos comentários. E vamos celebrar um Feliz Natal!

Continue a conjugar...
  • André Saldiba
  • 21.dezembro.2021

Continue a conjugar...

... continue, o vento vai se acalmar!
  • André Saldiba
  • 17.dezembro.2021

... continue, o vento vai se acalmar!

Recolha-se. Aquiete-se.
  • André Saldiba
  • 13.dezembro.2021

Recolha-se. Aquiete-se.

Não há ninguém vivendo normalmente, absolutamente ninguém.
  • André Saldiba
  • 06.dezembro.2021

não desista de ninguém! Não solte a mão de ninguém! Não exija que as coisas sejam à sua maneira. Seja paciente! Escolha amar!

A Esperança nos faz descansar.
  • André Saldiba
  • 05.julho.2021

A Esperança nos faz descansar.
Mas esse descanso não é o ócio.
Descansar na Esperança
é correr e não se cansar,
é andar e não perder as forças.
Portanto, continue...
repouse na Esperança, mas não pare,
respire na Esperança, mas corra mais,
descanse na Esperança!

e as nossas vidas foram renovadas
  • André Saldiba
  • 28.junho.2021

... e a Esperança se fez carne,
e escolheu viver entre nós,
cheia de amor, de consolo e de cuidado,
e vimos o seu rosto com nossos olhos,
e as nossas vidas foram renovadas.

Escolha qual coração escutar!
  • André Saldiba
  • 18.junho.2021

Escolha qual coração escutar!

Até quando, Senhor?
  • André Saldiba
  • 09.junho.2021

Até quando, Senhor?

A vida é um sopro... viva!
  • André Saldiba
  • 06.junho.2021

A vida é um sopro... viva!

... um suave sussurro da Voz!
  • André Saldiba
  • 25.maio.2021

... um suave sussurro da Voz!

Permaneça na Esperança!
  • André Saldiba
  • 17.maio.2021

... por favor, mantenha a
sua pequena fé aquecida.
Por favor, continue crendo.
Por favor, permaneça na
esperança.

A Esperança permanece!
  • André Saldiba
  • 15.maio.2021

A Esperança permanece!

Viva o instante!
  • André Saldiba
  • 04.maio.2021

Viva o instante!

Escute os passos! Ouça a voz!
  • André Saldiba
  • 21.abril.2021

Escute os passos!
Ouça a Voz!

a Esperança nos escolheu! Escolha a Esperança!
  • André Saldiba
  • 18.abril.2021

O sofrimento não é uma lembrança.
Sofrer se tornou a realidade!
Não precisamos resgatar momentos de dores, pois a vida se tornou uma dor insuportável.
A vida não para de escorrer por nossas mãos, e não sabemos mais o que fazer para acabar.
Estamos morrendo, em situações extremas de sofrimento que estão durando muito tempo.
Mas, por favor, não se esqueça que existe algo que também não é apenas uma lembrança.
A Esperança se tornou a realidade... ah, e como se tornou!
Não precisamos resgatar momentos onde o Eterno esteve conosco, pois Ele continua conosco!
Deus tem renovado o seu amor, a sua bondade, as suas misericórdias, a Esperança!
Pouca coisa nos restou, mas o que resta é suficiente para nos fazer continuar.
Deus está conosco! Continue com Ele!
A Esperança nos escolheu! Escolha a Esperança!

Ele não construiu uma casa de Deus
  • André Saldiba
  • 08.abril.2021

Ele não construiu uma "casa de Deus"...

Nunca se esqueça
  • André Saldiba
  • 06.abril.2021

Lembre-se dos momentos em que você sentiu medo, muito medo.
Ele te pegou no colo e te fez perceber que não estava abandonado.

Lembre-se das circunstâncias em que você se sentiu presa.
Ele te libertou e te levou a experimentar a liberdade.

Lembre-se das vezes em que você provou a noite de lágrimas.
Ele te guiou durante toda a escuridão e te abriu o dia da alegria.

Lembre-se das fases em que você não enxergava nada na sua frente.
Ele te conduziu e te fez confiar.

Lembre-se dos dias em que você atravessou o vale da morte.
Ele te acompanhou em todo o caminho e te colocou em campos de Vida.

Lembre-se dos períodos em que você experimentou uma dor profunda.
Ele te chamou de filha amada e te fez perceber que não estava sozinha.

Lembre-se das ocasiões em que você não encontrou nenhuma saída.
Ele te abriu novas portas e novos caminhos em lugares seguros.

Lembre-se das épocas em que você não encontrou forças.
Ele te carregou por todo o caminho e te ofereceu descanso.

Lembre-se do tempo em que você esteve longe, bem distante.
Ele te trouxe em seus braços de volta à casa.

Lembre-se das circunstâncias em que você não escutava coisa nenhuma.
Ele te abriu os ouvidos e te chamou pelo nome.

Está difícil, mas não se esqueça! Nunca se esqueça!

Está difícil, mas, lembre-se!
Por favor, se esqueça!
Nunca se esqueça!

Domingo de Ressurreição
  • André Saldiba
  • 04.abril.2021

A sexta-feira e o sábado passaram e amanheceu o domingo... A noite chegou ao fim e o sol anunciou que a Esperança derrotou o desespero. O silêncio foi rompido pela Palavra que gritou a vitória do Amor sobre o ódio. A escuridão cessou e a Luz raiou para declarar que a Vida venceu a morte. Jesus Ressuscitou! Ele está vivo! Ele venceu a morte!
No maior silêncio da história, Deus disse novamente: "Vida!". E houve vida.
No absoluto vazio, Deus disse novamente: "Amor!". E transbordou amor.
Na mais profunda escuridão, Deus disse novamente: "Esperança!". E surgiu esperança.
Ainda lidamos com dias como a sexta-feira da Paixão, no qual perdemos a esperança e sofremos com a dor. Ainda passamos por dias como o sábado de Aleluia com o aterrorizante silêncio e com o enorme vazio. Mas, sempre chega... sempre chega o domingo de ressurreição para nos lembrar que a Vida venceu a morte, o Amor nos salvou, a Esperança Vive! Na sexta-feira, no sábado, não se esqueça que o domingo virá nos oferecendo Vida, Amor e Esperança. Viva o amanhecer! Viva o Amor! Viva a Esperança! Viva!

["Christ and St Mary Magdalene at the Tomb" | Rembrandt van Rijn]

A terra se tornou um grande e enorme silêncio
  • André Saldiba
  • 03.abril.2021

A terra se tornou um grande e enorme silêncio..................... em uma noite escura, em um medo profundo, em uma tristeza obscura, em uma esperança esvaziada. A vida silenciou. Deus silenciou-se! E na ausência das vozes, imaginamos não ter nada mais pela frente ou escolhemos esperançar para encontrar o desconhecido, o novo que renasce, a ressurreição e a nova vida. Pois o silêncio é ausência de som, mas jamais a ausência da Voz! No maior silêncio da história da humanidade, Deus está! Mesmo calado e “ausente”, no silêncio, no vazio, no sofrimento, no luto, na dúvida... Ele está! E onde Deus está, a Esperança não termina, a faísca não se apaga, a Palavra não se cala, a luz permanece acesa. Onde Deus está, a morte não tem a última palavra, o ódio não vence, o desespero não assume a história. Porque o silêncio não é só tempo de espera, mas de esperança. Espera, pois a noite vai passar e virá o amanhecer!

["Descent from the cross" | Rembrandt]

Páscoa
  • André Saldiba
  • 02.abril.2021

Jesus escolheu o silêncio como resposta a todos os zombadores que o viram e perguntaram porque o Filho de Deus não descia da cruz. Provavelmente todas e todos que questionavam aquela cena duvidavam como o Filho do Todo Poderoso terminou na cruz, como Deus acabou em uma cruz. José Antonio Pagola disse que um Deus crucificado constitui uma revolução e um escândalo que nos obriga a questionar todas as ideias que carregamos de um Deus a quem supostamente conhecemos. Porque Deus na cruz não tem a face gloriosa, o poder, o controle. Deus na cruz tem a humilhação, a fragilidade, a nudez, o sofrimento e a morte. E diante da cruz, perdemos a fé e tudo o que acreditávamos ou somos encontrados pelo Deus que, na cruz do sofrimento, da dor e da morte, escolheu nos amar da maneira mais inexplicável e maravilhosa. Mas o Deus Amor não ignora o sofrimento, as dores, as lágrimas, as angustias. Pelo contrário, o Deus Amor sofre conosco e está conosco em todas as dores, em todo o sofrimento, em todas as lágrimas.

["Christ of St John of the Cross" | Salvador Dalí]

Grite por ajuda!
  • André Saldiba
  • 29.março.2021

Grite por ajuda!

Escolha a boa parte... por favor, escolha a esperança!
  • André Saldiba
  • 23.março.2021

Este tempo nos arrancou o direito da escolha.
Mas ainda podemos fazer algumas poucas...
entre elas, escolher a quem escutar.
Podemos escolher quem tem o direito de falar conosco.
Ainda temos o poder de oferecer voz a quem vai
nos abençoar, nos conduzir e nos esperançar.
Assim como temos o direito de escolher quem não falará conosco e por nós.
Portanto, por favor, escolha bem!
Em meio a tanto sofrimento, selecione com muito cuidado quem alimenta a sua vida.
Se necessário, pare de seguir... sim, pare de seguir quem não tem oferecido palavras de esperança.
Já basta de ódio que não escolhemos.
Chega de divisão que não está em nossas mãos.
Pare de escutar quem tem causado mais ódio, divisão e desespero.
Escolha a boa parte...
por favor, escolha a esperança!

... que a tristeza do hoje não apague a espernça do amanhã!
  • André Saldiba
  • 22.março.2021

Ainda não éramos grandes amigos,
mas tínhamos muitos amigos e amigas em comum.
Havíamos nos encontrado algumas poucas vezes, mas
durante a pandemia intensificamos os contatos, as
mensagens, as ligações, as orações, as conversas e até as lágrimas.
Prometemos tomar um longo e demorado café após a pandemia.
Mas infelizmente não será mais possível... não agora.
Você chegou em Casa mais cedo.
Você está na Casa!
Mas o nosso café ainda acontecerá.
Ainda vamos conversar sobre as amizades em comum.
Ainda vamos orar e refletir juntos.
Ainda vamos dar boas risadas.
Ainda vamos…
Lembro-me que, durante a pandemia, em uma das nossas conversas resgatamos Naum, o profeta, que nos disse:
"O Eterno é bom, um lugar de refúgio em tempos difíceis".
Que este lugar de refúgio alcance a todos
e todas que choram uma partida.
E que a tristeza do hoje não apague a esperança do amanhã!

O mundo suplica por profetas da esperança!
  • André Saldiba
  • 20.março.2021

Covid. Vacina. Morte.
Fome. Miséria. Política.
Ninguém duvida que estamos imersos no caos.
Poucos enxergam um cenário diferente do desespero e do campo de morte que nos colocaram.
Mesmo os que duvidam já experimentaram ou infelizmente ainda experimentarão o gosto das cinzas.
E mesmo diante desta desgraça ainda nos faltam profetas da esperança.
Escutamos profetas da negação. Encontramos profetas da acusação.
Existem profetas que abrem a boca para espalhar ódio e divisão. Homens e mulheres que em meio ao sofrimento conseguem encontrar forças para tentar assumir a narrativa da história. A morte não faz mais chorar, pois as lágrimas secaram. Parece que a dor só tem gerado revolta e ódio... que transbordam pela boca.
Mas também existem profetas que abrem as suas redes sociais para convocar pessoas ao confronto, a uma suposta guerra espiritual, a um patriotismo “celestial”.
Mulheres e homens que não conseguem reconhecer o caos que todos nós estamos atolados. O sofrimento não existe, pois tudo virou uma grande mentira e uma desculpa para guerrear.
Ambos querem mostrar o lado certo, o grupo certo, a bandeira certa, a narrativa certa. E pior, ambos estão cegos diante da maior tragédia das nossas vidas. Estamos morrendo e ao invés de chorar, consolar e abraçar, somos convocados a guerrear?
Estamos desesperados e estão nos convocando para mostrar o lado certo, ao invés de cuidar dos que sofrem?
O sofrimento não escolhe um lado!
A morte não escolhe um lado!
Todos nós estamos sofrendo!
Pelo amor de Deus todos nós estamos morrendo!
Onde estão aqueles que vão chorar com quem está chorando?
Onde estão aquelas que vão visitar os que estão enfermos?
Abaixem as armas. Guardem as certezas. Destruam as narrativas.
Abram novamente os corações. Escancarem os braços. Gritem pela esperança!
O mundo súplica por profetas da esperança!

Seja ainda mais igreja!
  • André Saldiba
  • 14.março.2021

Jamais imaginaríamos viver 1 ano em uma comunidade de fé completamente virtual.
Igreja sempre foi sinal de abraços, risadas, conversas, muito barulho, crianças correndo pelo palco e nos corredores, encontros, reencontros, aglomeração...
Mas estamos vivendo algo completamente novo em um novo.
Todos nós estamos isolados, com os braços recolhidos, no silêncio, em casa e conectados a um aparelho para “viver a igreja”.
E isso tem nos feito viver na prática, não mais em palavras ou ideias, a Igreja. Porque Deus está conosco em casa!
Há 1 ano não estamos indo à igreja. Mas há exatamente 1 ano nos tornamos ainda mais Igreja.
Deus está em nós, dentro de nós, entre nós, em casa e nos fez Igreja.
As nossas vidas nunca estiveram tão abertas para acolher, ser acolhida, consolar, ser consolado, sustentar, ser sustentado, amar, ser amada, abraçar virtualmente, ser abraçado...
As nossas vidas nunca viveram tanto a Igreja. A igreja nunca esteve tão aberta!
Por isso, mesmo diante das lágrimas e da tristeza, celebro a profunda e real experiência de viver a Igreja.
E, por favor, continue fora da igreja, mas seja ainda mais Igreja.

Ouça a Companhia!
  • André Saldiba
  • 13.março.2021

Ouça a Companhia!

Viva o amanhecer!
  • André Saldiba
  • 09.março.2021

Viva o amanhecer!

Pai, faz de nós o coro da Esperança!
  • André Saldiba
  • 07.março.2021

... faz de nós o coro da Esperança!
Amém!

vamos ficar chorando... pois ainda estamos no tempo do choro e o Consolador está conosco!
  • André Saldiba
  • 04.março.2021

Na época de Jesus existia uma grande opressão política, econo?mica e social com o Império Romano. O povo sofria e chorava. Homens e mulheres sofriam e choravam por conta da exploração, da corrupção, do abuso, da violência, do descaso, da opressão. As pessoas choravam pela falta de esperança, pelo desespero, pelo luto, pela dor, pela indignação, pela revolta, pelo sofrimento. E ao conversar com aquelas pessoas, Jesus acolheu o choro!
Jesus não exigiu a ausência do choro e nem invalidou a dor e o sofrimento. Para Ele não existia mimimi. Pelo contrário, Ele acolheu o pranto e abriu o caminho do consolo.
Consolo que não vem em forma de discurso, mensagem ou até mesmo por palavras. Porque ninguém é consolado a distância.
Jesus nos convidou ao caminho do consolo e nos ofereceu Companhia. Pois o verdadeiro consolo vem da Companhia!
Por isso, bem-aventurados os que se permitem chorar, pois serão encontrados pelo Consolador que enxugará as lágrimas.
Portanto, vamos ficar chorando...
pois ainda estamos no tempo do choro e o Consolador está conosco!

Jesus nos convida a contar, e se possível gritar, o que estamos escutando e vendo...
  • André Saldiba
  • 22.fevereiro.2021

Este tempo de pandemia nos tirou a capacidade de escutar e enxergar.
Recebemos tantas informações, comentários, fake news.
Lidamos com tantas tragédias, mortes, desilusões.
E talvez até por tudo isso não apenas deixamos, mas escolhemos parar de escutar e enxergar. Não temos condições de acompanhar tudo o que tem acontecido.
Mas essa cegueira e surdez tem nos feito deixar de reconhecer Jesus, nossa viva esperança. E, nas raras vezes que vemos ou escutamos questionamos se Ele realmente é o que havíamos imaginado.
Pois em meio à pandemia percebemos, mais uma vez, que Jesus nem sempre faz o que acreditávamos que deveria ser feito.
Sim, Jesus nem sempre faz o que esperávamos que pudesse ser feito.
O próprio primo de Jesus acreditou que Jesus esqueceu o que deveria ser feito. João Batista chegou a questionar se Jesus era realmente aquele que deveria vir.
Estamos perguntando se Jesus não deveria fazer outras coisas nesta pandemia.
Mas ao ser questionado, Jesus respondeu aos discípulos de João para que contassem o que escutavam e enxergavam.
E novamente Jesus nos convida a contar, e se possível gritar, o que estamos escutando e vendo...
Os abatidos continuam sendo renovados pela fé,
Os desesperados estão sendo encontrados pela esperança,
Os enlutados estão sendo consolados pelo amor,
E todos nós estamos experimentando Deus Conosco!
Vão e contem a todos o que estão ouvindo e vendo!

não se cobre!
  • André Saldiba
  • 21.fevereiro.2021

Não se cobre...
Não se cobre demais. Os dias estão difíceis, em alguns momentos insuportáveis.
Não se cobre demais. Todas as pessoas estão com dificuldade para lidar com este tempo.
Não se cobre demais. Todos nós estamos sofrendo, desesperados, chorando e morrendo.
Não se cobre demais. Estamos passando por uma pandemia e o mundo está passando por uma enorme e assustadora transformação.
Não se cobre demais. Ninguém espera que você seja forte o tempo todo, com todas as pessoas.
Não se cobre demais. Deus está conosco e sabe o que estamos passando.
Não, não se cobre!

... de que adianta se tornar uma voz e perder o coração?
  • André Saldiba
  • 16.fevereiro.2021

A busca pelo desejo de ser escutado tem nos feito perder a sensibilidade no pior momento das nossas vidas.
Estamos morrendo, sim todos nós estamos morrendo, mas mesmo assim ainda conseguimos encontrar uma intensa e desgastante busca por um protagonismo e por assumir a narrativa da Verdade.
O desejo de se tornar a voz tem nos cegado diante das dores, do sofrimento e do luto.
Trocamos o chorar com os que choram pelo gritar com os que gritam e falar com os que falam.
Por favor, lembre-se que estamos no tempo de chorar no qual não se fala, mas se escuta.
Pois de que adianta se tornar uma voz e perder o coração?

Deus não está nos conduzindo a uma terra onde poderemos descansar. Ele se tornou Terra do Descanso!
  • André Saldiba
  • 14.fevereiro.2021

A peregrinação não termina... já imaginamos que tudo isso terminaria em 2 semanas, 3 meses, 1 semestre no máximo, 9 meses no pior cenário. Mas não chegamos a nenhum novo lugar.
E viver esta peregrinação pandêmica tem nos esgotado. Estamos exaustas e acabados.
São tantas mortes, desesperos, dores, brigas, doenças, rupturas, angústias, lamentos, confusões, sofrimentos...
Todos nós estamos cansados e buscamos desesperadamente um novo lugar de paz e de descanso. Em meio ao esgotamento precisamos do tempo do descanso.
Mas nós já encontramos... na verdade, já fomos encontrados! Já estamos na Terra do Descanso.
Deus está conosco e tem nos oferecido descanso!
Nesta peregrinação, Ele está conosco e tem sido o nosso descanso!
Deus não está nos conduzindo a uma terra onde poderemos descansar. Ele se tornou Terra do Descanso!
Deus não quer nos levar para um lugar. Ele quer nos mostrar que se tornou Lugar em nós.
Deus é a Terra Prometida!
Deus é a Terra do Descanso!
Deus é o Céu!
O Deus do descanso, da paz, caminha conosco nesta pandemia!
Descanse! Deus está conosco!

Aceite a fraqueza
  • André Saldiba
  • 01.fevereiro.2021

"Você não precisa ter medo de Deus. Deus não está contra você."

Estamos fracos e com vontade de desistir.
Não é possível ser forte o tempo todo.
Estamos cansados e sentindo fraqueza.
Não aguentamos mais aguardar por boas notícias.
Estamos esgotados em meio ao caos.
Mortes, desgoverno, brigas, cancelamentos, discusso?es.
E ainda perdemos os nossos lugares de descanso e de refrigério que se tornaram campos de guerra.
Diante de tudo isso ainda carregamos o peso e a cobrança.
Imaginamos que Deus está decepcionado com a nossa fraqueza.
Consideramos que Deus pode estar desapontado com os nossos pés vacilantes.
Mas Deus não espera que sejamos fortes.
Deus sabe que somos fracos.
Ele não nos convida a nos tornarmos fortes...
Deus nos chama para aceitarmos a fraqueza e para nos fazer perceber que o Forte está conosco.
Não tente ser mais forte.
Aceite a fraqueza... chore, grite e se necessário desabe.
O Deus Forte está com você!
Ele está conosco!

Vivemos o tempo do choro, mas não o tempo da solidão!
  • André Saldiba
  • 24.janeiro.2021

A vida tem tempo para tudo... e estamos no tempo de chorar!
Nunca experimentamos tamanho sofrimento. Jamais lidamos com tantas dores.
E para piorar sofrer também tem nos feito experimentar a solidão e o abandono. Até porque fomos obrigados a nos isolar fisicamente.
Experimentamos o esquecimento, o abandono, a solidão, sem amigas e amigos, e muitas vezes sem absolutamente ninguém.
Por isso nos perguntamos quando tudo vai passar e teremos companhia. Ou melhor, quando teremos a companhia de alguém poderoso capaz de nos livrar e nos salvar de tudo isso. Quando chegará alguém que se importará conosco e com o que estamos vivendo? Quando alguém virá nos socorrer?
Porém, o nosso tempo é do pranto, mas nunca e jamais o do abandono!
Vivemos o tempo do choro, mas não o tempo da solidão!
Somos aqueles que até podem viver isolados, mas jamais desolados.
Somos aquelas que até podem estar sozinhas, mas jamais abandonadas.
Porque o Poderoso já veio nos salvar e nos livrar! Sim, o Eterno escolheu vir ao nosso encontro para nos salvar.
Deus não vai chegar! Ele está!
O Eterno não precisa vir nos socorrer! Ele está conosco!
Deus não prometeu que não teríamos o tempo do choro, mas Ele prometeu que jamais viveríamos o tempo da solidão.
E a sua Companhia nos renova, fortalece e oferece esperança para continuar... mesmo no tempo do choro.
Portanto, chore, mas não sozinha. Sofra, mas nunca sozinho. E volte a viver!

Por favor, vamos soprar ar de vida, ar de esperança, pois estamos morrendo!
  • André Saldiba
  • 15.janeiro.2021

Estamos sem ar!
Está impossível respirar diante de tudo que tem acontecido no país.
O Brasil apodreceu! Sim, estamos em decomposição, corrompidos e completamente podres.
Sobrevivemos em uma assustadora escuridão. Não sabemos mais para onde ir.
Nos perdemos uns dos outros. Não conseguimos mais nem lembrar quem eram os nossos irmãos, irmãs, amigos e amigas.
Estamos sufocados!
Precisamos de um sopro de ar, sopro de vida, sopro de renovação!
Sentimos falta de respirar fundo e sentir o ar entrar nos pulmões com novidade de vida e com esperança viva.
Que falta nos faz ar de esperança!
Mas podemos ser esse sopro e esse ar!
Já somos!
Somos aqueles e aquelas que são sal e luz!
Sal que não permite a sociedade apodrecer.
Luz que mantém as cores de Deus no mundo.
Sal que faz sentir o gosto e o cheiro da vida.
Luz que faz enxergar para além do caos.
Um só não conseguirá.
Alguns terão muita dificuldade.
Mas todos nós podemos... chega!
Vamos soprar!
Vamos juntos salgar!
Vamos juntas iluminar!
Se você deseja profetizar e denunciar, faça, mas também não se esqueça de pastorear e soprar!
Se você prefere defender e questionar, siga, mas, por favor, não deixe de acolher e soprar!
Se você deseja criticar... troque, comece a cuidar e soprar!
Por favor, vamos soprar ar de vida, ar de esperança, pois estamos morrendo! Todos nós estamos morrendo... sem ar!

O amor vive!
  • André Saldiba
  • 02.novembro.2020

O amor permanece!
O amor vence!
O amor vive!

o novo nos oferece uma nova maneira para enxergar a vida!
  • André Saldiba
  • 27.setembro.2020

Nem sempre enxergar nos permite ver.
Sempre enxergamos, mas nem sempre conseguimos perceber o que está diante dos nossos olhos.
Até pouco tempo atrás víamos pessoas, mas será que realmente as enxergávamos? Víamos a natureza, mas será que a enxergávamos?
Somos cegos que enxergam.
Porém, viver o caos exterior, como o do momento, pode nos fazer mudar... sim, pode nos fazer perceber o caos interior.
Este tempo nos permite ver o que sempre existiu, mas que não enxergávamos.
Pois o novo nos oferece uma nova maneira para enxergar a vida!
Estamos recebendo a oportunidade de limpar as nossas lentes e voltar a enxergar… o que sempre esteve.
As pessoas ganharam novas vozes, as cidades ganharam novas cores, as ruas ganharam novas amoreiras, as crianças ganharam novos encantos, os animais ganharam novas espécies… mas, na verdade, nada é novo. Os nossos olhos é que se tornaram novos!
Não estamos recebendo coisas novas.
Estamos enxergando as coisas velhas.
O arco-íris sempre surgiu, a lua sempre brilhou, a chuva sempre caiu, as árvores sempre oferecem as suas encantadores flores e frutos.
Os filhos e as filhas sempre ofereceram abraços, as esposas e os maridos sempre entregaram carinho, os amigos e as amigas sempre distribuíram companhia.
E agora estamos recebendo a oportunidade de perceber novamente, de aceitar novamente e de enxergar novamente.
Não perca a oportunidade!
Abra os olhos e troque as lentes.
Veja! Enxergue! Desfrute!

não se preocupe em chegar... Escolha caminhar!
  • André Saldiba
  • 15.setembro.2020

A vida nos faz caminhar...
Somos conduzidos à caminhos abertos.
Descobrimos caminhos fechados.

Alguns caminhos são conhecidos.
Outros são completamente desconhecidos.

E caminhar nos faz questionar onde vamos chegar.
Queremos saber qual será o nosso destino.
Ainda mais neste atual caminho de dores, desejamos saber para onde estamos indo, onde vamos chegar e qual o nosso destino.

Entretanto, desta forma, corremos o risco de esquecer de viver...
Pois nos preocupamos mais com o destino, com a chegada do que com o caminho.
As Escrituras Sagradas não querem apenas nos levar para um destino, o céu. As Escrituras querem nos ensinar a viver!
Jesus não nos encontrou para entregar uma passagem para o futuro. Ele nos encontra para nos oferecer vida aqui e agora, já!

Porque viver é o caminhar!
Viver não é descobrir onde chegar.
Viver é caminhar!

Por isso, não se preocupe em chegar...
Escolha caminhar!
Escolha viver!

Há tempo de falar! calar!
  • André Saldiba
  • 30.agosto.2020

Estamos lidando com muitas perguntas.
Todo dia surgem novas perguntas em meio a esse tempo que se tornou tão diferente.
São tantos questionamentos que naturalmente sentimos necessidade de falar.
Falamos... Perguntamos... Questionamos... Afirmamos... Comentamos... Respondemos...
Inclusive parece que nunca sentimos tanta necessidade de responder.
Parece que acreditamos que o mundo precisa escutar as nossas, somente as nossas, respostas.
é verdade que existe o tempo de falar, o tempo de oferecer respostas e o tempo de opinar.
Também é verdade que estamos em um momento único da história em que não podemos nos omitir e nos calar diante de tantas injustiças, de tantas maldades e de tanta desigualdade.
Precisamos falar para abençoar, para opinar, para denunciar... mas temos que falar no tempo certo... no "tempo de falar".
Porém, não podemos nos esquecer que a vida não é feita apenas de "tempo de falar". Na vida também há tempo de silenciar!
Silenciar para observar, para analisar, para compreender... e principalmente para reconhecer que não somos as únicas vozes certas e disponíveis.
Acredite, existem muitas outras vozes diferentes, que também estão corretas e que podem abençoar.
Fale, fale mesmo, mas não escolha apenas falar.
Silencie, silencie mesmo, mas não escolha apenas silenciar.
Há tempo de falar! Há tempo de calar!

Agradeça!
  • André Saldiba
  • 27.julho.2020

Muitas vezes queremos agradecer por todas as coisas.
Nos sentimos pesados e até culpados por não conseguir agradecer em meio ao sofrimento, ao luto e às dores.
Entretanto, as Escrituras Sagradas não nos incentivam a agradecer por tudo.
Não precisamos agradecer por tudo que vivemos... inclusive por que algumas coisas que acontecem não tem absolutamente nenhuma relação com a vontade de Deus.
As Escrituras nos convidam a agradecer a Deus em todas as coisas. Não por todas as coisas, mas em todas as coisas!
Deus, Nosso Pai, está conosco em todas as coisas, em todos os momentos, em todas as fases... e por isso, podemos agradecer a Ele em todas as coisas!
Portanto, se você tem vivido um período difícil não agradeça pelo momento, mas agradeça a Deus, pois Ele está com você!
Se você está em um momento tranquilo, também agradeça, pois Ele continua com você!
Agradeça a Deus!
Agradeça em todo o tempo!
Agradeça!

Sobre mim

Eu sou André Saldiba, casado com Adriana, pai de Luiza e dos gêmeos, David e Isabela.

Entre 2007 e 2013, trabalhei na Igreja Batista do Morumbi, em São Paulo, nas áreas de Missões e Nova Geração, onde atuei como pastor do Núcleo.

Em 2013 passei a integrar a equipe pastoral da Igreja Batista de Água Branca, em São Paulo, onde atualmente sou Pastor Executivo e pastoreio o IBAB Jovem e o IBAB Família.

Eu sou formado em Direito, Mestre em Divindade pelo Seminário Servo de Cristo e Mestre em Filosofia pela PUC de São Paulo. Autor do livro imPERFEITOS, uma espiritualidade possível.