Pressione ENTER para ver os resultados ou ESC para cancelar.

André Saldiba André Saldiba   Publicado em 12/09/2016

SEJA PRESENTE

Vivemos em uma guerra contra o tempo. Lutamos contra nossas agendas. Brigamos com os calendários. E infelizmente quase sempre perdemos.

Não conseguimos cumprir tudo que precisaríamos. Nem conseguimos realizar o que gostaríamos. Sequer conseguimos oferecer o que deveríamos.

E por isso tentamos encontrar maneiras de equilibrar as perdas.

Trabalhamos duro, mas lembramos de comprar bons presentes para os filhos. Estudamos demais, mas lembramos de enviar flores para as esposas. Viajamos a negócios com cada vez mais frequência, mas lembramos de adquirir lembranças para a família [nem que seja no free shop na volta…].

E assim acreditamos que é possível compensar a nossa ausência. Não estamos presente, mas pelo menos lembramos de… presentes, lembranças, telefonemas, emails, fotos.

Acontece que, na maioria das vezes, não é possível trocar a ausência pelo presente. A presença vale muito mais do que qualquer presente!

Obviamente nem sempre será possível estar por completo, em todos os momentos, com todos os familiares, em todos os aniversários, com todos os amigos, em todos os lugares. Mas, talvez, seja possível equilibrar o mínimo.

Afinal, o emprego, muda. Os estudos, acabam. Os negócios, quebram. As pessoas ficam… as pessoas sempre ficam!… os filhos crescem, as esposas e os maridos amadurecem, os familiares e amigos engordam ;)

Parece-me que precisamos ajustar um pouco mais o tempo, as agendas, os calendários e principalmente as nossas relações. Caso contrário, terminaremos a vida apenas com agendas, calendários… e sem companhia.

Por isso, mostre aos filhos que o maior presente é estar com eles e não o que trará para eles. Mostre a esposa/marido que o maior presente é você e não o que  você tem. Mostre aos familiares e amigos que, embora não seja possível sempre, você estará mais presente.

Seja presente!

© André Saldiba

André Saldiba
André Saldiba

André Saldiba

André Saldiba casado com Adriana e pai da Luiza; graduado em Direito pela Universidade Paulista de São Paulo, mestre em Divindade pelo Seminário Teológico Servo de Cristo de São Paulo; pastor da Igreja Batista de Água Branca, em São Paulo; idealizador do movimento Alegria no Caos.